Acupuntura e auriculoterapia

Acupuntura e auriculoterapia

A raiz da medicina tradicional chinesa é muito antiga, aproximadamente cinco mil anos, e as imagens usadas para descrever a fisiologia e fisiopatologia são da observação e associações feitas na época dos fenômenos da natureza em comparação com o homem, a fim de entender os princípios que regem o universo, externo e interno do ser humano.

A medicina tradicional chinesa procura concentrar-se em trazer os sistemas orgânicos internos de volta à harmonia, fortalecendo os mecanismos de defesa naturais do paciente e permitindo que o corpo cure a si próprio.

Baseia-se na existência de uma energia vital, denominada de Chi ou QI, circulando no corpo gerando o estado de saúde. Caso alguma condição interna ou externa bloqueie o fluxo desta energia, que percorre o corpo em canais de energia (também denominados de meridianos), surgem distúrbios que resultam nas mais diversas patologias.

Acupuntura

A acupuntura é uma das técnicas que embasam a medicina tradicional chinesa, onde são usadas agulhas para esta finalidade, aplicada em pontos específicos do corpo. A palavra acupuntura vem do latim — acus que significa agulha e punctura puncionar.

Auriculoterapia

Dentro dos microssistemas da acupuntura, existe a auriculoterapia, localizado no pavilhão auricular. Se justifica a estreita relação de pontos do pavilhão auricular com o resto do corpo.

Na atualidade, a auriculoterapia é um método que conseguiu impor-se pelos resultados obtidos e por ser geralmente pouco invasivo, pois utilizamos apenas esferas no ponto , o que faz com que seja bem aceito pelos pacientes.

___

Nair Harumi é acupunturista e fisioterapeuta especialista em RPG/RPM e somato análise. Há mais de 9 anos ela trabalha com terapias de estabilização segmentar, manobras miofasciais e tratamentos corporais, estimulando a correção postural e consciência corporal, além de acupuntura e outras técnicas da medicina chinesa.

Compartilhar esse post:

Comentários