contato@institutodacoluna.com.br (11) 4522-0928 | (11) 4521-7046
Rua dos Bandeirantes, 1017 Ponte Campinas - Jundiaí-SP

Hérnia de Disco

A palavra "hérnia" significa saliência ou fissura causada quando ocorre a saída de um órgão da cavidade onde deve se encontrar, total ou parcialmente. A hérnia de disco, portanto, se refere ao deslocamento do disco vertebral. O disco é um órgão oval localizado entre cada vértebra da coluna, e serve para impedir o atrito entre elas. Dessa forma, nossa coluna fica protegida dos impactos que são gerados pelas atividades do dia a dia, como correr, pular, cair, etc.

Tipos de de Hérnia

Hérnia protusa: quando o núcleo permanece no lugar, mas o disco perde seu formato oval

Hérnia extrusa: quando o núcleo pulposo invade o canal vertebral comprimindo as estruturas nervosas;

Hérnia sequestrada: quando o núcleo culposo invade o canal e fica solto sem continuidade com o disco restante;

Dependendo da região da coluna onde o disco vertebral foi lesionado, a hérnia de disco é classificada de forma diferente. Por isso, a hérnia de disco pode ser:

Cervical: quando o disco lesionado está na região do pescoço;

Torácica: quando o disco afetado está no meio das costas;

Lombar: quando o disco machucado está na região baixa das costas, perto do cóxis;

A hérnia de disco torácica é o tipo menos comum. Já a coluna lombar costuma ser acometida por hérnias com mais frequência, pois é a região que mais sofre os impactos da coluna. A hérnia cervical também é um tipo comum.

Tipos de de Hérnia
Sintomas

Sintomas

Todas essas movimentações no disco vertebral podem fazer com que os fragmentos do disco que saíram do lugar fiquem pressionando a medula óssea ou algum nervo da coluna e, por isso, causa dor.

Quando um nervo é atingido, isso pode causar sensação de formigamento, perda de sensibilidade ou fraqueza em um braço ou uma perna. Já quando a medula óssea é atingida, pode ser que os dois membros superiores ou inferiores apresentem os sintomas.

Ainda assim, o principal sintoma é uma dor intensa na região onde o disco vertebral foi danificado. Porém, com o passar do tempo, a hérnia de disco não tratada pode apresentar sintomas intensificados.

Caso você apresente algum dos indícios abaixo, procure um médico especializado em coluna:

- dor na coluna há mais de três meses;
- dor nas costas durante a noite e piora ao acordar;
- dor intensa ao ficar de pé ou andar;
- dificuldade em permanecer sentado, mesmo por curtos períodos de tempo;
- perda de força em uma perna ou ambas;
- dor, dormência ou formigamento nos braços, mãos e dedos;
- incontinência urinária;

Causas

Diversos fatores podem levar ao aparecimento de uma hérnia de disco. Entre eles:

- postura incorreta;
- esforço físico inadequado;
- excesso de peso;
- excesso de tempo sentado;
- atividades repetitivas;

O diagnóstico da hérnia de disco começa quando o paciente observa um ou mais sintomas e procura um médico especialista em coluna. O profissional, então, pode reconhecer a doença através de exames físicos.

Com o diagnóstico em mãos, são realizados exames complementares, como uma ressonância magnética ou tomografia computadorizada. Estes servem para analisar com precisão onde está o disco vertebral danificado, qual o tipo de hérnia de disco e, então, saber qual o tratamento mais adequado.

Causas
Tratamentos

Tratamentos

O tratamento mais adequado para cada paciente depende da classificação do problema, se é uma hérnia de disco protusa, extrusa ou sequestrada, e também do quão avançada está a patologia.

Na maioria dos casos, as hérnias de disco podem ser tratadas com um dos métodos abaixo ou uma combinação de várias dessas técnicas:

- analgésicos e anti inflamatórios receitados;
- sessões de fisioterapia manual;
- exercícios e técnicas de realinhamento ósseo e articular;
- RPG;
- pilates;
- musculação;
- mesa de tração eletrônica;
- mesa de flexão e descompressão;

Já nos casos mais graves, pode ser indicada:

- uma cirurgia minimamente invasiva, realizada por endoscopia;
- uma cirurgia tradicional, designado aos casos mais críticos;

Entre em contato e agende sua consulta

Copyright 2018 Instituto da Coluna - Todos os direitos reservados.